sábado, abril 07, 2007

2 posts num só!






Pina Baush.... tanta pena! sofre o meu coração apertado por perder mais uma das que deve ser a mais bela criação do século, tal como todas a que este anjo negro alemão decide fazer quando abre o seu coração e os seus sentimentos ao público. frágil como a sua aimagem, só mesmo a imagem de um anjo acabado envolvido numa nuvem suspensa de cigarro, e a voz cava dos grandes deuses que falam sempre com calma, e há quem ache que isso vanglorismo, vivemos sem olhar para aquilo que
nos rodeia, realmente são necessários génios como esta mulheres para nos abrirem os olhos, para despertarem de novo a inocência que pude ver em vídeo (infelizmente, mas felizmente) que os bailarinos trazem com eles, e movimentos tão suspensos como a dança em si mesma, e sem deixarem de estar carregados de vida, e de dramaticidade. Ela é uma das mulheres do nosso século, e antes dela morrer, vou ver um espectáculo dela! prometo-me isso!




Jaques Brel.

Fantástico o cantor, o actor, o performer, o intérprete.... tudo. O homem com membros exageradamente desproporcionais transforma-se em beleza pura no momento em que canta, e as palavras explodem melódicas pela sua voz, com uma força sempre diferente, mas sempre tão sincera, tão verdadeira como se no momento nada mais existisse. o homem que fez da canção a vida, e um dia decidiu não cantar mais e fez do cinema a sua casa... e há tanta coisa que ninguém conhece, e há tanta coisa... e ainda assim dizemos que estamos fartos do mundo!

bom sábado

Sem comentários:

Seguidores