domingo, maio 27, 2007

vazios urbanos



"são assim enunciados enquanto espaços residuais de cidade perimetrada.. enquanto espaços marginais da chamada cidade difusa, constituida pelas envolventes metropolitanas."
"vazio decorre de qualquer tipo de ausência (...) áreas que desde sempre permanceram sem propósito e sem vida própria - inconsequência urbana. (...) decorrem (ou podem decorrer) de um tipo de persistência e /ou conflito decorrente de expansão urbana. (...) Mantiveram uma reminescência de paisagem, nas quais ainda é possível reconhecer o ancestral(...) são áreas anónimas, ainda por invadir, fisicamente urbanizadas mas não edificadas(...) são marginais..."


"A aventura urbana é globalmente urbana", "Os vazios remetem para novos quadros, estratégias e oportunidades de intervenção, gestão e contaminação metropolitanas.", "Enquadram, muitas vezes, a última ocasião de especializar."

in "Vazios Urbanos - Urban Voids - Trienal de Arquitectura de Lisboa, 2007" - disponivel na FNAC

Sem comentários:

Seguidores