segunda-feira, julho 30, 2007

is it hot?

faz imenso calor... e instala-se no corpo um sangue espesso que percorre lentamente o seu caminho
encontra o fim e volta pesado, grosso, para o centro onde se refaz
onde encontra o ar,
onde respira por entre a viscosidade dos batimentos cardíacos
a água escassa, evapora-se
fico seco, e abro fendas no meu corpo
fendas gretadas por entre os dedos que desenham tarefas impostas
tarefas inantígiveis devido ao calor imenso
bafiento, como num deserto de fogueiras que ardem sem parar
fornecendo isto a que chamam verão.
isto que dizem ser o sorriso do homem
um sol cancerígeno que queima centímetros invísiveis do corpo.
repito-me e volto a repetir
nas horas que escrevo
que digo que passam
cada vez
mais curtas. mais curtas do que antes.

Sem comentários:

Seguidores