segunda-feira, julho 16, 2007

to be or not to be

Ontem na sic noticias passou um documentário acerca de um Homem, que era um Homem quando nasceu... Aconselhado por um psicólogo acerca de uma fantasia pessoal, mudou de sexo para ser uma mulher, integralmente uma mulher. fê-lo. Samantha era o nome dela, que deixou a mulher os filhos para seguir aquilo que achava que seria o seu destino, aquilo que realmente queria ser, até se aperceber que afinal não era nada daquilo e voltou a ser um Homem... de novo o Charles, o antigo Charles, tanto quanto possível... Reverter a acção das hormonas e das operações com mais do mesmo. A reconstrução do pénis era o passo final das cirurgias e tratamentos médicos para ser o mais próximo do Homem que era... Processou o psicólogo pelo conselho que, nas suas próprias palavras, destruiram a sua vida.
A questão do transgender, é algo bastante peculiar e especifico... Não é tão levianamente que se aconselha alguém a alterar radicalmente a sua vida, mudando inclusivé de sexo.
Foi uma história bastante forte, num documentário que nos mostra acima de tudo um ser humano, uma vida onde não há certos nem errados, mas onde se deve ponderar sobre aquilo que se quer do futuro, e aquilo que ele nos reserva. Um ser humano que deixou de ser aquilo que era, projectou-se fisicamente numa imagem que não lhe correspondia e que no final quis voltar ao inicio... O problema é que não se volta ao inicio... Transforma-se continuamente, perdendo a identidade e fechando-se nele próprio. Num androgenismo que não é assim tanto, num sexo indefinido e para sempre a mesma dúvida. Charles ou Samantha?

Sem comentários:

Seguidores