quinta-feira, novembro 22, 2007

inverno

chegou o inverno, a chuva, e os que tanto odeio - guarda-chuvas!!!!! disseram que havia sol até ao final de 2007, mas as nuvens aproximam-se cada vez mais e parecem que vão ficar...
entretanto acabou o 'tautologias', uma óptima experiência com o sr. joão mota. um espectáculo cheio de humor e a cidade precisa disso... precisa de novos espaços, com novas coisas, coisas interessantes que comovam, que mexam com o público, quer seja pelo riso, pelo choque.... pelo interessante.

cansa-me esta ideia de pseudo-intelectualisse (ainda que o possa parecer de vez em quando, só pelo simples facto de o dizer) mas cansa-me e a paciência perde-se esgota-se. e quando já só existe o prazer então ficamos contentes.
trabalho agora com rafael alvarez num COACHING-LAB promovido pelo NEC.
trabalha-se o pensamento sobre o objecto, a utilização do objecto, o(s) objecto(s) como prolongamento do "eu" (pessoa, criador), a identidade como objecto, o objecto definidor da própria identidade.

conceitos que me introduzem no caminho da performance, que me fazem pensar. a estilização do movimento, o próprio corpo como objecto para além dos objectos, o minimalismo, o conceptualismo, o vazio, será que tudo isto não despe o arte do objecto artístico que deve ser(?), a não-personagem, o "eu" objecto observado propositadamente observado.__________

colecção privada.: i.d. (5 objectos identificativos da minha personalidade)

  • dvd "mulholland drive" [david lynch]
  • passpartout [vazio]
  • envelope com fotografias [relativas à minha infância, pais e familía]
  • livro de trabalhos de David La Chappelle [TASCHEN]
  • caderno A6, capa preta [apontamentos, colagens e desenhos - pessoal]
colecção p/ trabalho:.

  • vestido preto, curto, justo, de mulher - já anteriormente utilizado como figurino num espectáculo [Cadáver Sem Título]
  • lanterna
  • fio de luzes de natal [inutilizado]
  • (posteriormente) caixa de metal + fio de lã
  • música

objectivos.: trabalhar o vazio, a transformação da identidade, o objecto 'VESTIDO' especificamente, como símbolo, como portador de vazio, próprio símbolo da transformação.





Sem comentários:

Seguidores