quinta-feira, novembro 29, 2007

no moon at all

Ontem vinha a olhar para a lua, enquanto vinha de carro com o meu pai. a rádio passava estática, o meu pai calado conduzia, cansado, e eu bocejava entretido a olhar para ela.
nunca liguei muito, mas sempre me atraiu a sua estranha beleza e ontem a sua estranheza deixou-me intrigado. ao pensar na imensidão de espaço que existe lá fora... em tudo aquilo que há para além de nós, e para além do próprio mundo.
senti-me pequeno, minúsculo e lembrei-me de como me afectava tanta imensidão quando era criança... o que estaríamos noós aqui a fazer, perdidos no meio do universo, a tentar sobreviver... a tentar encontrar um lugar no mundo.
e o nosso lugar no universo? será que sobrevivemos para nada...
temos que acreditar em algo. têm que nos dizer algo, alguma coisa, toda a vida para que continuemos.
dizem que a lua muda e nós mudamos com ela... e então anda tudo louco porque nem a lua anda bem.
ontem parecia uma 'eyeball' pendurada no imenso tecto escuro, um candeeiro que nos ilumina nocturnamente.
pergunto-me e a poesia trava-se dentro do meu corpo, e escrevo em contínuo sobre a lua, sobre o seu brilho, sobre a maneira como flutuava ontem na imensidão do espaço, de como se agarrava à Terra como o seu bote salva-vidas num oceano imenso e infinito.
pergunto-me se haverá respostas, se a lua é só mais um artifício, e se quando não há lua então o universo deixa de existir e ficamos sós e abandonados, á espera da lua nova...
No moon at all, by Nana Mouskouri
No moon at all
What a night
Even livened bugs empty their light
Stars have disappeared from sight
And there's no moon at all
Don't make a sound it's so dark
Even fido he's afraid to bark
What a perfect chance to park
And there's no moon at all
Should we want atmosphere
For inspiration be one kiss
Will make it clear
That tonight is right
And right from life nights
Interfere
No moon at all
Ah poor boy
This is nothing
Like they told us of
Just to think
We fell in love
There's no moon at all
And there's no moon at all
And there's no moon at all

Sem comentários:

Seguidores