segunda-feira, dezembro 31, 2007

resoluções de ano novo

as opiniões divergem naquilo que tem a ver com o dia de hoje, as horas aproximam-se das doze badaladas e em alguns sítios do mundo hoje, já é 2008... Para alguns a data não é importante, trata-se simplesmente de uma página que muda no calendário. Para outros um momento com reminescências natalícias para a família estar novamente junta. E para uma grande maioria uma desculpa para celebrar, para deixar partir o ano velho... e com ele todos os maus momentos. É uma altura de renovação e o ser humano vive acima de tudo por ciclos, ciclos que se completam e que se fecham para dar origem a um novo ciclo... e entre todos os ciclos que nos definem há a passagem de ano que marca o fim de um ciclo.
Algumas coisas transpõe-se para o ano seguinte, tudo aquilo que não se conseguiu fazer no ano anterior, tudo aquilo que se quer fazer de novo e do ano velho ficam os momentos mais importantes e no ano seguinte as consequências de todo o trabalho que se teve para tornar o ano seguinte em algo de melhor.
De 2007 ficam os melhores momentos que passei com todos aqueles que adoro, a peça do "Vale o que Vale" e o trabalho no "Tautologias" com o João Mota, fica também o "Hamlet" feito na escola e na Fábrica Social, os filmes sem dúvida o "Paranoid Park" como dos melhores do ano, as novas músicas que descobri como os St. Vincent e a Feist, os cowboys no Festival Trama, uma óptima festa na Imerge com as Ninfas, a Fátima ter ido estudar para Londres (que apesar de ficar com muitas saudades, é sem dúvida um bom momento)... e muitas outras coisas que decerto me estou a esquecer, e uma das minhas resoluções para o próximo ano será prestar mais atenção àquilo que faço e melhorar a minha memória (não que seja fraca, mas nete momento que me quero lembrar de muita coisa e reparo que não consigo), foi um ano bastante preenchido. Os piores momentos deitam-se ao lixo, renovam-se e trata-se de trabalhar sobre as mazelas que possam ter ficado.
Que 2008 seja um ano igualmente bastante preenchido...
resoluções de ano novo:
- aproveitar ao máximo todos os bons momentos
- investir no conhecimento de novas coisas
- procurar ser mais decidido e mais atento
- não perder demasiado tempo em tristezas que não levam a lado nenhum
- combater a apatia dos domingos (e noutros dias em que se instale)
- e... ir ao dentista.
(não são muitas resoluções mas são bastante vagas e portanto dá para inserir muitas coisas em cada uma delas...)

Sem comentários:

Seguidores