quarta-feira, dezembro 31, 2008

closed


RE - OPENS IN 2009

domingo, dezembro 28, 2008

Vinton's Mr Lonely

by Juhani Markola

impersonating



Mister Loney, já referido aqui no blog acerca do festival Indie Lisboa, é um filme sobre querer ser alguém que não se é, querer personificar alguém exterior a nós, por ser simplesmente mais fácil de lhe atribuir qualidades e habilidades que se fossemos apenas nós, o eu exclusivo de cada um, seria impossível.
É um filme sobre o ser humano que se procura a si próprio, sobre crescer a olhar para os outros e conseguir perceber que provavelmente somos diferentes e no entanto não temos valor humano enquanto pessoas, que o melhor será quando sairmos à rua com uma máscara posta; este filme e as personagens deste filme vestem-se essas máscaras no limite da fantasia quando se decide ser alguém que todo o mundo conhece, quando nos transformamos nos nossos ícones, quando somos capazes de nos alterar profundamente para sermos totalmente outro indíviduo.
Quando fé em algo é demasiado grande que nos leva a acreditar que tudo é possível a própria vida pode transformar-se naquele que será the greatest show on earth...
A vida é feita para alguns e não para todos. Aqueles que vivem na sombra da sua própria existência passam silenciosos e proseguem num caminho onde não são reconhecidos, o mundo todo procura as mesmas respostas, as pessoas vivem ansiosas por ouvir alguém a dizer que as ama e nesse preciso momento soltam-se metafóricamente as garras e os grilhões de ferro que nos tornam bestas prisioneiras do nosso interior.
Mister Loney... é um filme sobre aqueles que sofrem mas que tentam que a vida dos outros seja um pouco melhor, que a vida dos demais seja um pouco mais desfrutável...

sábado, dezembro 27, 2008

moments&memoires 2008

Janeiro - I was there
Fevereiro - vida intermitente
Março - domingos
Abril - manuais de sobrevivência
Maio - believing in something
Junho - declarações
Julho - perigos vários
Agosto - welcoming
Setembro - en españa
Outubro - new is something weird
Novembro - things that move

Dezembro...

sexta-feira, dezembro 26, 2008

Eartha Kitt 1927 - 2008

quinta-feira, dezembro 25, 2008

capas de vidro

do silêncio crescem as labaredas,
em sinal de vitalidade e esse
fruto do ódio e do rancor guardado,
entre séculos, abre as portas à
irascividade inconsequente.
a culpa, sentimento inútil
isola os corações numa fina
capa de vidro, frágil às vibrações
sonoras das vociferantes palavras
insesantemente insistindo
na consequência natural de ruptura
das ligações moleculares mais
finas e delicadas responsáveis
por estruturar as esculturas
dos corpos que se aguentam em pé.
o jardim vazio de flores
escreve um diário de solidão
silenciosa onde cada alma
se abriga em pequenos esconderijos
e nem o sol ou a lua nas noites azuis
conseguem iluminar.
as campanadas soam
propagadas no eco das terras
sem ninguém, marcando
o tempo que avança
sobre o silêncio e a solidão
e as vontades de cada um.
as mesas enchem-se e esvaziam-se
de comida e afazeres
numa ânsia eterna pelo momento
de se recolherem, todos
nos casulos transmutáveis
que cada corpo e alma carregam consigo.

25th December


quarta-feira, dezembro 24, 2008

feliz navidad...

terça-feira, dezembro 23, 2008

last days

Shinichi Osawa

ausência

o sol banha as ruas movimentadas enquanto eu caminho calma e lentamente pelas ribeiras de um rio de multidão que avança em correntes descontroladas e outra parte da multidão decorre no meu curso. subo e desço a rua principal que já não conhecia os meus passos e os meus olhos reconheciam pouco a pouco as mudanças que são tão evidentes. a ausência é intemporal porque não é importante a contabilização do tempo que ela tarda em acabar, mas é importante como causa que conduz à consequência do não reconhecimento posterior das coisas. como uma amnésida, essa sim, temporal que se instala dentro do nosso pensamento e vamos efectuando um reconhecimento progressivo e um processo de anulação dessa ausência.
E no entanto ainda trago o cheiro comigo da ausência que provoco por não estar onde este cheiro pertence. Se na realidade provocar de facto alguma ausência.

xmas time is here...

o grande clássico de 1982... adorava que tornasse a fazer parte da programação para a noite de Natal... tudo remasterizado e tudo...

Quem não quis poder algum dia fazer parte deste momento mágico do cinema, poder conhecer um ser extra-terrestre tão doce e gentil como é o E.T. e poder voar, passar ao lado da lua... enfim, são estes momentos que tornam o Natal mais apetecível.

conselhos portugueses

Deparo-me com uma novidade portuguesa completamente desconhecida para mim...
ver aqui

viagens...

Para trás ficam as tradições espanholas, o ritmo de vida espanhol que em breve se retomará. Para já o Natal é português, de acordo ou em desacordo com muitos mas a verdade é que há um Natal muito típico que chama a atenção dos menos portugueses, e dos estrangeiros.


Mas natal é Natal em qualquer sítio do mundo... como se costuma dizer quando um homem quiser. as ruas sempre cheias de pessoas apressadas para as últimas prendas. e não interessa muito o objecto em si... o propósito é comprar todas!!!!! mas faz parte do natal... pelo menos as ruas da cidade enchem-se de música, e um frenesim que se mistura com o odor das castanhas assadas...

sexta-feira, dezembro 19, 2008

festival de cine inédito...

"Il Divo" di Paolo Sorrentino...



em exibição no Festival de Cine Inédito de Mérida... a não perder.

quarta-feira, dezembro 17, 2008

le corps poétique

Tout Bouge.
Tout évolue, progresse.
Tout se ricochette et se réverbère.
D'un point à autre, pas de ligne droite.
D'un port à un port, un voyage.
Tout bouge, moi aussi!
Le bonheur et le malheur, mais le heurt aussi.
Un point inécis, flou, confus, se dessine,
Point de convergences.
Tentation d'un point fixe,
Dans un calme de toutes les passions.
Point d'appui et point d'arrivée,
Dans ce qui n'a ni commencement ni fin.
Le nommer,
Le rendre vivant,
Lui donner autorité
Pour mieux comprendre ce qui bouge,
Pour mieux comprendre le Mouvement.

Jacques Lecoq
Belle-Ile-en-Mer, août 1997

listening to: ryuichi sakamoto

terça-feira, dezembro 16, 2008

heavenly creatures

Um filme sobre uma amizade que ultrapassa os limites do conhecimento mútuo, de uma realidade inventada que se visita num mundo que não é o nosso. Uma amizade obsessiva
"Heavenly Creatures" de Peter Jackson...

baz luhrmann&nicole kidman



"Australia"


outro candidato ao oscar?... ya veremos...

segunda-feira, dezembro 15, 2008

old days...


domingo, dezembro 14, 2008

estreno



http://www.sempalco.blogspot.com/
www.myspace.com/sempalco

en la CLACA, por las 21h. Sean BienVenidos a la "Portugal Party"...

sábado, dezembro 13, 2008

parabéns TUP

...O Teatro Universitário do Porto (TUP) comemora este sábado 60 anos. A festa, na reitoria da Universidade do Porto, a partir das 16h, contará com um ensaio da próxima produção do TUP e uma palestra. ... in JPN (aqui)

moments no blog

sexta-feira, dezembro 12, 2008

séries

Depois de muita curiosidade, de ter lido vários posts de outros blogs, do mistério que se criou em torno desta série, de tanto aguçar a curiosidade... Ontem, finalmente, vi o primeir episódio de "True Blood" a nova série da HBO do criador da série "Sete Palmos de Terra" onde se fala de vampiros que conseguem viver no mesmo plano do resto dos comuns mortais, desde garrafas de cerveja - digo, sangue - que se vendem em alguns sítios e o charme dos vampiros estão lado a lado com as vidas quotidianas de pessoas "normais"... O problema é que apesar dos vampiros terem "saído do caixão" a sua inserção na vida dos humanos mortais não é fácil, sofrem discriminação, abuso, são vítimas de traficantes de sangue de vampiro...
O primeiro episódio promete... Adorei o casting muito bem escolhido, e adorei rever a Anna Paquin, sempre com o seu ar de menina perdida...
Vou continuar a ver... e já agora obrigado [more all of me] que ajudaste a aguçar ainda mais a curiosidade!

as tartarugas "circulam"



amanhã no CACE Cultural (Porto)
[Circolando]


quinta-feira, dezembro 11, 2008

do sitio onde eu vivo

do outro lado das janelas de grades vivem as pessoas que não conheço. com cortinados que nõ me deixam entrar com o olhar para as suas casas, os seus momentos privados, os seus afazeres diários. pessoas sem nome, sem identidade que vivem do outro lado da rua e que são apenas instantes fugazes, pedaços de seres humanos, de vidas que surgem e desaparecem no mesmo momento.
pessoas que vivem do outro lado, como num espelho são diferentes de mim, distantes aparecem envolvidas de incógnitas e segredos.
do outro lado das janelas de grades do sitio onde eu vivo, há uma imagem simétrica da minha exitência, daquilo que eu represento para as pessoas que vivem atrás das cortinas, e estores queeu vejo todos os dias, como eles vêem os meus, como eles se questionam sobre quem é homem que dorme em pé, que entra vestido com a toalha enrolada na cintura e o corpo molhado que se veste displicentemente aos seus olhos...

quarta-feira, dezembro 10, 2008

habitación

terça-feira, dezembro 09, 2008



"Come and Go" by Samuel Beckett

Lorca nos anjos urbanos [Hoje e Amanhã]


"O Público"
9 e 10 de Dezembro'08 - ANJOS URBANOS (Porto)

direcção: Tó Maia [Teatro Aramá]

teatroarama@gmail.com

segunda-feira, dezembro 08, 2008

clásico de campanadas


se aproximan las doce... poco a poco llegaremos. antes la navidad...

domingo, dezembro 07, 2008

and precipitation


endless train

http://brazowsky.blogspot.com/2008/10/endless-train-to-santa-f.html

by Sérgio Brás d'Almeida.

washing sins away

las várias muertes

Uno se muere en muertes secretas todos los dias, en muertes que no se asemejan a una muerte real pero que tan solo pasa dentro de uno, en frente de los ojos ciegos de quien esta con nosotros a cada momento que pasa.
Muertes secretas las que uno n se olvida, las que uno sufre en el olvido de todos, las que se pasan mientras el silencio se apodera de nosotros y quedamos parados en el medio de la calle con el frio y la lluvia de invierno que interrumpe nuestra existencia.
Quizas la muerte de uno sea la suma de todas esas muertes secretas que pasan tan fugazmente que uno no encuentra tiempo de morirse verdaderamente...
en recuerdo de Antonio Machado (poeta extremeño)

Lizza's back



at Broadway

"...I would love to report that Ms. Minnelli’s voice and physical agility have been magically restored to their former glory, but those days seem to be gone. On Wednesday night her voice was in tatters, her diction unsteady. When she belted, her wide vibrato wobbled to the breaking point. Most of her s’s were slurred sh’s. Frequently short of breath, she swallowed phrases. Many of her highest notes were dry, piercing caws. ..." review by Steven Holden

isto e muito mais aqui

listening to: motoro faam


... and the Water Cycles.

and snowmelts; and surface run off; and precipitation; and condensation; and infiltrations; and evaporation; and subsurface flows

sexta-feira, dezembro 05, 2008

foi em Novembro

Gostava de ter estado lá para ver... Pode ser que haja uma próxima.




aqui em Manual de Intruções [blog]

O Manual de Instruções, a Televisão... as imagens desfocadas. O momento privado das pessoas que partilham uma habitação uma abordagem à dificuldade das relações, um foco sobre a solidão e não há muito que possa acrescentar a algo que decerto tem já um formato bastante diferente do que aconteceu durante o processo de criação. Ficam as memórias do trabalho, dos momentos que surgiram... aproveitados ou não, fizeram parte da sua construção...

each man kills the things he loves

"A soldier who had fallen on his face in the course of the battle asked his enemy as the man prepared to deal him the death blow, to wait until he turned over - for fear that his friend might find him with a wound on his back"
Plutarch: About Love



"Querelle" R. W. Fassbinder (1982)

quinta-feira, dezembro 04, 2008

american graffiti ** must see

why to leave everything behind, to find new things that someday we'll have to leave those too?



dazzling and different, "American Graffiti" is about youth, taking riscs, taking a step forward to an unknown life that people call "adult"...
A bunch of "unknown actors" and an "unknown director" came together in 1973 to make this film...

en Mérida...


el sol ha dejado de aparecer... y la lluvia segue cayendo.

rainy days

terça-feira, dezembro 02, 2008

coreograph: fragile garden

black stage. emptiness fills the space. light comes from everywhere in different angles, shapes and directions. comes like if one opened a box full of mirrors and the sun is raising in the horizon. averything glows.
someone looking for something lost. he's lost. he stays. he falls. he falls. he raises up. he runs. he yells, he call's for someone. he smiles. he hides. he's enthusiastic about something. he fills a glass of water. he drops the water on himself. he smiles. he trembles. he kneels. he glows. he's tired. he's going to fall asleep. he hears something. he tries to reach for something he found. he stops. he looks up. he looks right. he looks left. he looks left. he looks left. he follows the sounds. he's frightened. he can barely walk. he runs. he hears is heart. he looks to the front. he hears someone calling for him. he wants to see who is it. he leaps. he twirls. he dances. he follows his body. he doesn't know why, but he knows that is what people call happiness. he's young again. he listens to the music. he knows the lyrics. he wants to be that boy he was someday. he runs freely. he has no destiny. he's lost, looking for the lost thing. he remembers why he's here. he falls. he raises up. he yells. he walks normaly. he walks likethe people walk on the cinema. he's inside a music box. he can flote. he doesn't know... [continues]

e.e. cummings

[somewhere i have never travelled]

somewhere i have never travelled, gladly beyond
any experience, your eyes have their silence:
in your most frail gesture are things which enclose me,
or which i cannot touch because they are too near

your slightest look easily will unclose me
though i have closed myself as fingers,
you open always petal by petal myself as Spring opens
(touching skilfully, mysteriously) her first rose

or if your wish be to close me, i and
my life will shut very beautifully, suddenly,
as when the heart of this flower imagines
the snow carefully everywhere descending;

nothing which we are to perceive in this world equals
the power of your intense fragility: whose texture
compels me with the colour of its countries,
rendering death and forever with each breathing

(i do not know what it is about you that closes
and opens; only something in me understands
the voice of your eyes is deeper than all roses)
nobody, not even the rain, has such small hands.

domingo, novembro 30, 2008

woman in the corner


pensamentos

Sobre a verdade não existe nenhum paralelo ou análises perfeitas que possam afirmar a verdade absoluta. Sequer um paralelo que faça uma analogia sobre o que a verdade é...

sexta-feira, novembro 28, 2008

in nederlands

Nederlands Dans Theater
in 2009 - "Deja Vú"

other works:

old publicities for all years events... "Dia Mundial Contra a Sida"

terça-feira, novembro 25, 2008

le parole anche escriti fanno benne






Carmen: Vivi com um homem um ano... a semana passada escreveu-me uma carta. Sei-a de cor.
Fala de perfumes."Alguns perfumes, diz: ficam-nos presos à pele para sempre." Diz: "Ainda posso sentir o aroma da tua pele e das tuas palavras.A outra noite voltei para o rio onde paramos juntos uma vez. Estava ali...e sentia-se perto de mim.".
As palavras, ainda que escritas, fazem-nos bem. Uma mulher espera por elas. Espera sempre.

trailer B. The Movement of Things


The Movement of Things - Trailer B from Daniel Pinheiro on Vimeo.

ver mais aqui

5 (five)

Architecture in Helsinki - It's Five


Architecture in Helsinki

segunda-feira, novembro 24, 2008

antes de adormecer


todos os dias acabam com imensos sonhos por concretizar.

domingo, novembro 23, 2008

dias inúteis

mais um domingo, e a sensação de que nada daquilo que havia para ser feito foi concretizado.
um dia inútil.

mais sempalco

www.sempalco.blogspot.com ; www.myspace.com/sempalco

por Sílvia Ribeiro

sábado, novembro 22, 2008

changing roles

Encontram-se ambos a meio do cenário cheio de cadeiras e portas de cenários desfeitos.

A1 - Sabes a que horas é que passa por aqui?
A2 - Não. Não quero saber das horas.
A1 - Gostava de ouvir o barulho do silêncio e encontrar-me, por vezes, num outro lugar.
A2 - Onde?
A1 - Não sei. Um lugar diferente, um lugar onde ninguém me conhecesse. Um lugar vazio.
A2 - Como este?
A1 - Este lugar não é vazio. Um lugar vazio, é um lugar novo. Um lugar cheio de possibilidades.
A2 - Sabes a que horas é que passa por aqui o próximo autocarro? Ou táxis?
A1 - Não.

sexta-feira, novembro 21, 2008

escritos

escritos estão os versos
que da poesia nada contém
versos sem nexo, versos
desconexos
sem métrica ou longitude
definida a desconstrução
da palavra, do provérbio
mais antigo
da forma nada existe
como da vontade e sentimento
escondidos sobre o teclado
negro. o coração late o latido
o ar circula e o sangue flui
os olhos abrem e fecham
as mãos seguem o curso natural
do movimento intensivo
os versos e as estrofes
repartidos ao som da música
da melodia que se perde.
um poeta, uma canção,
um verso apenas
.
queria escrever
respeitando as normas
assumindo os conceitos
e o conhecimento que vai
de linha em linha
como se de prosa se afastasse.

já amanhã

Uma Certa Falta de Coerência
A TURMA IMPROVÁVEL.
Proposta de Samuel Guimarães

22.11.2008
Exercício de Liberdade. (Acção) >> 17h00 – 19h00.
Daniel Pinheiro, Hélder Castro, Inês Vicente, Liliana Rocha, Sandra Barros.

'A ordem do discurso' de Michel Foucault. (Leitura) >> 22h00.
Eric Many, Inês Vicente, Liliana Rocha, Sandra Barros.

Uma Certa Falta de Coerência
Rua dos Caldeireiros 77, Porto.

(entrada livre)

Opens in December

IMDB director: David Fincher

benjaminbutton.com

presenting: KASHIWA DAISUKE


quinta-feira, novembro 20, 2008

name: Alicia Herrero

Alicia Herrero

una feria de teatro: Mercartes - Sevilla

Hoy estuve en la tercera edición de la Feria de Teatro MERCARTES este año realizada en Sevilla, esa ciudad de la región Andaluza de España... Un lugar para que las gentes del teatro y de las artes escénicas se puedan enseñar e vender su trabajo artístico a programadores e/ó a otras redes de teatro españolas. Abrir mercados, analisar estrategias de venta, hablar con las compañias de teatro que inverten su dinero (sea de subvenciones ó de particulares) en la creación de productos artísticos que aporten algo de nuevo a la red escénica de un país que lleva tantos años intentando promover la interculturalidad dentro del mismo territorio lo que provoca algunos problemas, luego dificiles de resolver, pero que añaden un valor especifico a cada región autónoma.
Los teatros, las compañias, los grupos pequeños y no professionales, los programadores, las diferentes diputaciones de cultura y muchos más comparten el mismo espacio en el Palacio de Congresos de Sevilla con stands de venta con los últimos productos criados ó pensados para un estreno en el primer semestre del próximo año.
Hay la facilidad de hablar e poder conocer a muchas personas diferentes que van a este evento con objectivos muy definidos.
La pluriculturalidad de un país como és España esta estatisticamente (por poder economico y de recursos) representada y tiene la posibilidad de expandir su mercado, ó simplemente establecer contactos para momentos únicos.
Los dias 19 (hoy), 20 y 21 son los dias en que este evento tiene lugar, un certame importante para la divulgación cultural. Una plataforma más para intentar minimizar los problemas de subvenciones estaduales, aunque es una "tierra" para sólo algunos; y ni todos tienen derecho a esta oportunidad, pero aquí no se discuste lo que est justo ó no, sinó se promociona el diálogo entre personas e debates sobre el panorama artístico de un país.
perdón por los errores. Daniel Pinheiro, 20 Nov 2008, 01:29H ESPAÑA

segunda-feira, novembro 17, 2008

the movement of things



"The movement of things" is a videodance work – ...movement is a basic element in all-time-based visual media forms, videodance is distinguished from other film genres by its emphasis on the craft and composition of movement in the work. - based on the natural movement of things.It's about trying to capture the essence of movement itself.
A human being allows the external movement of things to invade him without denying the internal movement that happens even when everything around is static.
Paper seagulls, silhouette shapes, moving sand, sea, shadows, waves. A body runs and falls continuosly.
Tension. Actions related to oneself.
Credits:
Direction and editing: Daniel Pinheiro
Year: 2008
Genre: Video Dance
Voice (off): Mafalda Abreu, Sílvia Ribeiro, Tiago Bôto
Music: Yasushi Yoshida, Nico Muhly
Texts: Gérard de Cortanze “Le Mouvement des Choses”, Richard Serra “Verb list compilation: Action to relate to Oneself” 1967 - 1968

domingo, novembro 16, 2008

birth - day

Wikipedia has it all. Even for your birthday. Try and find out more about the meaning of a day, that should exactly the same as the other regular days of the year, but somehow just because you we're born on that day, _____ years ago. (e.g. 26, if you we're born November 16th 1982)
find all about it here.

tiffany's

...people don't belong to people...

sexta-feira, novembro 14, 2008

quinta-feira, novembro 13, 2008

notícia do dia

Extra solar Planets is something that only exists in the human imagery trough the movies made about the science fiction theme...


A dust ring, seen in red, surrounds the star Fomalhaut, which is located at the center of the image, but is not visible. The Hubble Telescope captured a fuzzy image of the planet, known as Fomalhaut b, which is no more than a white speck in the lower right portion of the dust ring that surrounds the star.

desconhecimento

sofro do desconhecimento
da ignorância estudada
dos momentos gastos e apagados
do "não saber" geral
dos problemas humanos
dos conceitos e paradigmas
que regem a humanidade
que estatebelecem os padrões
de comportamento
de conhecimento desconhecido
as palavras que etiquetam as
acções livres e espontanêas
que medem a inteligência
e o saber da sabedoria
e os argumentos
perdem-se numa névoa
de ilusão construída
sonbre um corpo inerte.

paradigmas e conceitos

odeio paradigmas e conceitos que toldam os pensamentos de pessoas livres, que se deixam enquadrar em rótulos e etiquetas pre-definidas.

Manifesto pela Cidade do Porto: "Onde vais cidade?" Petition

Manifesto pela Cidade do Porto: "Onde vais cidade?" Petition

slowmotion

slow-motion, outro olhar sobre as coisas.

quarta-feira, novembro 12, 2008

3º calhau e angels in america


no Teatro em New York.
com: "All my sons"

15/11 e 22/11 - uma proposta de Samuel Guimarães


"em todas as sociedades a produção de discursos é regulada, selecionada, organizada e redistribuída conjugando poderes e perigos." - [A Ordem do Discurso de Michel Foucault por Luis Felipe Rosado Murillo]

15.11.2008
A Turma Improvável. (Conversa) >> 17h
No Palco do Teatro Helena Sá e Costa
Entrada pela ESMAE, Rua da Alegria 503, Porto.
(entrada livre)

22.11.2008
Exercício de Liberdade. (Acção) >> 17h00 – 19h00.
'A ordem do discurso' de Michel Foucault. (Leitura) >> 22h00
Uma Certa Falta de Coerência, Rua dos Caldeireiros 77, Porto.
(entrada livre)
+
"Man Alone" (re-play to understand). (mixed media)
instalação - vídeo de Daniel Pinheiro - trailer

segunda-feira, novembro 10, 2008

uma certa falta de coerência



aqui ; programa

sem palco @ myspace, blogspot, plaxo & hi5



elvis

These New Puritans - "Elvis"

Não são recentes, mas há coisas que só nos tocam mais de perto algum tempo depois... aqui estão

domingo, novembro 09, 2008

oprah on obama

quarta-feira, novembro 05, 2008

ready set...go!



segunda-feira, novembro 03, 2008

who?

to find out in a few hours.
digit: american elections @ http://www.google.com/
**wikipedia will have it in a few days.
don't miss:

the origin of love

faces.








"Hedwig and the Angry Inch" John Cameron Mitchel - trailer


domingo, novembro 02, 2008

news: venezuela

Un 69 por ciento de los venezolanos considera muy buena la gestión de Chávez en el último año.
ver mais aqui

te doy


"Te doy mis ojos" de Icíar Bollaín

Una película sobre el miedo y la fuerza que alguna mujeres guardan mientras se deparán con una situación de violencia doméstica. La ira descontrolada de los hombres, los celos, la necesidad de controlar al otro conjuge.
Empieza como un calor interior, luego la cabeza se llena de pensamientos obscenos hacía el otro sobre lo que podrán hacer fuera de su alcanze.
La visión de ambos lados de una situacíon que no suele envolver unicamente la pareja, sinó la família, los hijos, los amigos, el trabajo...
Pilar (Laia Marull) encuentra un objectivo para su vida, pero no lo puede compajinar con el descontrole de Antonio (Luís Tosar) que no comprende la pasión que su mujer encuentra en un trabajo donde tiene que hablar de arte, de los cuadros famosos de la historia de la pintura.
El intento de una mujer que vive en un ambiente de medo para que su relación funcione, para que su marido cámbie.
La dadiva de las partes del cuerpo de uno al otro es su promesa de amor eterno, de un amor que no consíguen vivirlo en paz, que no tiene solución, que se desmorona a cada paso fallado de Antonio.

news: (comic relief)

Minutos antes de decidir acompanhar o meu adormecer com um filme ou a leitura de um livro deparei-me com a seguinte notícia:

Ricardo Pais admitiu ao PÚBLICO e à Rádio Nova que O Mercador de Veneza será a sua última encenação como director artístico do Teatro Nacional S. João (TNSJ). Na entrevista (que pode ser ouvida amanhã e lida segunda-feira no caderno Local Porto e na edição online), o actual presidente do Conselho de Administração do teatro critica o Governo de José Sócrates pela “inexistência de um projecto cultural para o país” e acusa o PS de “fazer sempre a política que permite ao PSD vir a seguir fazer terra queimada das principais conquistas”.Apesar de considerar que o problema das políticas culturais “é internacionalmente grave” - “Em França, os paradigmas estão a cair, pelo descaramento e pela 'aisance' de um político de facto fracturante como o Sarkozy, para dar apenas um exemplo do que é uma espécie de Pedro Santana Lopes a sério” -, Ricardo Pais sublinha que a questão se põe de maneira particularmente aguda em Portugal, que ainda não assumiu o apoio à criação como “missão nacional”. “Isso tinha que ser feito como parte de um projecto cultural para o país: não tenho visto esse projecto nestes últimos anos, e não o tenho visto seguramente nestas governações”, afirma. O “baixíssimo tecto orçamental” que o Ministério da Cultura disponibilizou para 2009, diz o director do TNSJ, obrigou ao cancelamento de parte da programação do próximo ano, apesar das expectativas de agilização financeira criadas pela passagem do teatro a Entidade Pública Empresarial (EPE): “Precisamente por ser o primeiro ano em que nos inscrevíamos nessa coisa pomposa e aparentemente eficaz a que se chama sector empresarial do Estado, eu esperava que fosse finalmente a temporada a sério e tinha posto nela um gosto todo particular, desenvolvendo vias de trabalho muito importantes, algumas das quais deixámos cair completamente”. A esta distância do final do ano, o S. João não sabe sequer, de resto, se pode contar com parte do financiamento inscrito no orçamento para 2008, acrescenta Ricardo Pais: “Vale a pena perguntar para que é que existe um sector empresarial do Estado que em Outubro ainda não sabe que dinheiro tem para o ano em curso”. Apesar de não ter medo da sucessão - “Já me aconteceram coisas piores: a Agustina Bessa-Luís sucedeu-me no [Teatro Nacional] D. Maria II, não tenho medo de nada” -, o director do S. João gostava de contribuir para a alteração do regime de acesso à direcção de instituições como o TNSJ e defende a figura do “concurso limitado” para que se possa “chegar finalmente à transparência democrática”. Sobretudo depois do que se tem visto no D. Maria, onde, resume, “o Governo conseguiu estar à altura do próprio Carlos Fragateiro na maneira como o exonerou” com um despacho “ignóbil”.
[no comments] retirado aqui

Filippo Minelli


sábado, novembro 01, 2008

just wanna have fun


sexta-feira, outubro 31, 2008

halloween


ver mais sobre a tradição
e aqui

myspace

madrid - gran vía - 7.32 www.myspace.com/daniel_pinheiro

richard harris&rachel roberts

"This Sporting Life" (1963)

love Rachel Roberts!

quarta-feira, outubro 29, 2008

a nova beach house

Beach House

cousins: Nour da Silva



publicidades: leave no trace...

terça-feira, outubro 28, 2008

Another World



Antony and the Johnsons - Another World
I need another place. Will there be peace? I need another world. This one’s nearly gone. Still have too many dreams. Never seen the light. I need another world. A place where I can go. I’m gonna miss the sea. I’m gonna miss the snow. I’m gonna miss the bees. I’m gonna miss the trees. I’m gonna miss the sound. I’ll miss the animals. I’m gonna miss you all. I need another place. Will there be peace? I need another world. This one’s nearly gone. I’m gonna miss the birds. Singing all this songs. Been kissing this so long. Another world. Another world. Another world. Another world…

more here

por madrid...


hora ficticia.

domingo, outubro 26, 2008

trama: estrellas no passos


64'

Um filme (tipo) documentário sobre um grupo de pessoas que não encontram impedimento na sua condições social, monetária ou mesmo pessoal para avançar com um projecto artístico. com o objectivo de conseguir exportar não só drogados, ladrões, etc, mas com o desejo de algum dia poder exportar um grande actor, cantor, artista.
"Estrellas" mostra-nos a vontade e empenho destas pessoas que procuram fazer cinema e teatro e organizar actividades culturais, no meio de uma argentina deixada no esquecimento, de forma tão fervorosa como a que precisam para se sustentar - comer -.
Julio Arrieta é o homem responsável, junto com os demais habitantes, por transformar a Villa 21 numa referência artística e cultural.
Na forma documental o filme progride até ser ele próprio um veículo para a fabricação de um estrela num ambiente road-trip noir...

sexta-feira, outubro 24, 2008

trama: lucky dragons - culturgest

“As performances ao vivo dos Lucky Dragons são sobre o nascimento de criaturas novas e temporárias – criando situações de poder igualitário onde os membros da audiência cooperam entre eles na construção de uma rede frágil de sinais digitais conectados pelo toque da pele. (…) No centro de tudo isto está o ‘tocar juntos’ – a construção de colectividades sociais, reconciliando a surpresa e as impossibilidades da tecnologia na performance ao vivo.(…)” Lucky Dragons
retirado do programa oficial do TRAMA. aqui

quarta-feira, outubro 22, 2008

viagem com musas - viaje con musas

Ithaca

When you start on your journey to Ithaca,
then pray that the road is long,
full of adventure, full of knowledge.
Do not fear the Lestrygonians
and the Cyclopes and the angry Poseidon.
You will never meet such as these on your path,
if your thoughts remain lofty, if a fine
emotion touches your body and your spirit.
You will never meet the Lestrygonians,
the Cyclopes and the fierce Poseidon,
if you do not carry them within your soul,
if your soul does not raise them up before you.

Then pray that the road is long.
That the summer mornings are many,
that you will enter ports seen for the first time
with such pleasure, with such joy!
Stop at Phoenician markets,
and purchase fine merchandise,
mother-of-pearl and corals, amber and ebony,
and pleasurable perfumes of all kinds,
buy as many pleasurable perfumes as you can;
visit hosts of Egyptian cities,
to learn and learn from those who have knowledge.

Always keep Ithaca fixed in your mind.
To arrive there is your ultimate goal.
But do not hurry the voyage at all.
It is better to let it last for long years;
and even to anchor at the isle when you are old,
rich with all that you have gained on the way,
not expecting that Ithaca will offer you riches.

Ithaca has given you the beautiful voyage.
Without her you would never have taken the road.
But she has nothing more to give you.

And if you find her poor, Ithaca has not defrauded you.
With the great wisdom you have gained, with so much experience,
you must surely have understood by then what Ithacas mean.

-K. P. Kavafis (C. P. Cavafy), translation by Rae Dalven

playlist: from spain#1

i just can't stop loving you - michael jackson; woman del callao - juan luís guerra 4.40; american promise - erykah badu; con la mano levantá - macaco; blue velvet/blue star/montage - angelo badalamenti; sometime later - alpha; morena mia (feat. Julieta Venegas) - miguel bosé; lay all your love on me - dominic cooper&amanda seyfried (mamma mia! ost); where do you go to (my lovely - peter sarstedt; on&on - erykah badu; naci en sevilla - isabel pantoja; transparent things - fujiya&miyagi; au port - camille; is you is or is you ain't my baby - anita o'day (shortbus ost); love letters - ketty lester (blue velvet ost); swimmers - broken social scene; in dreams - roy orbison; in the end (accoustic) - scott matthew (shortbus ost); senza fine - gino paoli

festival


[TRAMA] - fESTIVAL dE Artes pERFORMATIVAS
24 a 26 outubro' 08 - Porto

festivaltrama.org
myspace.com/festivaltrama

terça-feira, outubro 21, 2008

ocean of clouds

In an ocean of clouds
I surround myself
of indetermined storms
finding the neverlasting
truth – meaning: nothingness
In this ocean of clouds
please let there be
no more storms
that frighten my soul
come on, come on
let the seasons begin
to unfold the dried truth
and the meaning
of things that go by.
I see the clouds even
far away, far away from heaven
taken and blured by the horizon.
Come on, come on...

about concepts




Seguidores