sexta-feira, fevereiro 22, 2008

estátuas mortas cheias de vida

O trabalho da artista plástica Victoria Diehl no seu trabalho “Vida e Morte das Estátuas” dá vida às criaturas que permanecem eternizadas na forma de estátuas. O momento em que a pedra ganha vida com a cor e tonalidades e transformações que a artista aplica em tom digital às obras de escultura obrigando-as a “viver” nas fotografias de uma forma quase macabra de momentos instantâneos onde o humano encontra o “monstruoso”. «Imagens saídas da imaginação de uma mulher fascinada pelo corpo, pelos instantes em que nascemos e morremos»**. in revista DIF reportagem** Filipa Penteado.


Sem comentários:

Seguidores