domingo, maio 17, 2009

granada


"Isabel, uma terrorista apaixonada. Pedro, um prostituto sonhador. Os dois no limite da precariedade, envolvem-se num crime sexual."

Fábrica Social - Fundação José Rodrigues | 14 maio a 6 junho'09 | quinta a sábado - 21.45h

info e reservas_ geral.babel@gmail.com | http://babel-ac.blogspot.com/
preço único_ 5 euros

texto e direcção_ miguel cabral
interpretação_ ana margarida carvalho, miguel rosas e andré figueira
música_ trei pastori
produção executiva_ joana meneses fernandes

Uma peça sobre as relações de poder envolvidas com o amor. Um amor que sobrevive na expectativa de conseguir algo de terceiros, de enfraquecer os laços de outras famílias.
GRANADA é sobre a disfuncionalidade de um casal e as contínuas transferências de poder entre um e outro, num universo onde os dois procuram uma auto-satisfação plena numa existência anónima, híbrida, estéril... Uma existência frágil apenas possível na ausência do resto do mundo.
Num tom de comédia negra contemporânea, e num espaço quase clínico de laboratório artístico, surge GRANADA como um reflexo dos dias actuais, das preocupações geracionais que assolam o nosso quotidiano. Uma metáfora dos sítios de fuga que o ser humano cria em resposta a uma incapacidade de se relacionar num mundo onde o poder se transfere à velocidade de um tempo ao qual ainda não nos acostumamos.

Sem comentários:

Seguidores