segunda-feira, agosto 17, 2009

fragmento de algum oceano imaginário

Ele falava de coisas que estão num lugar qualquer
onde os nossos deuses não habitam - coisas que
faltavam mas que estavam já no coração.
Os nossos deuses são velhos. Esqueceram-se de nós
como de muitos filhos (bastardos).
Fernando Pessoa, O privilégio dos caminhos

Sem comentários:

Seguidores